Agende sua consulta

Suplementação com ferro estraga os dentes?

O médico passou ferro (sulfato ferroso) para seu filho de 3 meses tomar, mas você ouviu dizer que estraga os dentes, o que fazer?

Primeiramente devemos saber o motivo da suplementação com ferro (sulfato ferroso). Segundo dados do ministério da saúde, no Brasil até 50% das crianças de seis a 60 meses de idade apresentam anemia ferropriva (falta de ferro). E quais as consequências de uma criança apresentar anemia ferropriva?

Essa deficiência de ferro diminui a capacidade de aprendizado, provoca retardo no crescimento, diminui a habilidade cognitiva, causa baixo peso ao nascimento e pode ser responsável pela mortalidade perinatal.

Qual a recomendação atualizada dos pediatras?

A recomendação é que a suplementação com sulfato ferroso seja feita no período de 3 a 24 meses de idade.

Entendida a importância da suplementação com sulfato ferroso, a pergunta é: e como ficam os dentes?

O sulfato ferroso pode realmente manchar os dentes, porém o manchamento decorrente de tal suplementação é superficial. Com uma limpeza e em alguns casos abrasão o manchamento desaparece, de forma que a preocupação é apenas estética. Não há qualquer alteração na estrutura do dente, ou seja, o dente não vai estragar, esfarelar, ser desgastado ou dissolvido.
Existe alguma forma de prevenir o manchamento?

O fato é que para ocorrer o manchamento a criança precisa ter na boca bactérias chamadas cromáticas, caso contrário é improvável a ocorrência do manchamento. Porém, vamos partir do pressuposto que todos tenham tais bactérias, portanto a prevenção pode ser feita de forma a evitar ou minimizar o contato do sulfato ferroso com os dentes. Para isso pode ser utilizada uma seringa, aplicando o produto na parte posterior da língua, uso de canudo ou quando a criança conseguir uso em forma de comprimido. Ademais, é fundamental uma higienização dental adequada após o uso do suplemento.

FOTOS